Home / Geral / Vereadores aprovam reajuste de 12,84 % para os professores do município

Vereadores aprovam reajuste de 12,84 % para os professores do município

Os professores da rede municipal de ensino vão receber um reajuste salarial de 12,84% retroativo a janeiro. O benefício vai ser concedido após a aprovação do Projeto de Lei (PL) n°19/2020 que ocorreu  na 5° sessão ordinária, realizada nesta quinta-feira (12).

Presidente Enis Gordin Foto: Divulgação

O presidente da Câmara, vereador Enis Gordin (PRB), lembrou que o reajuste foi uma iniciativa do Governo Federal que foi seguida pelo Executivo e ressaltou a importância da categoria. 

“Os vereadores sabem que os professores são uma classe sofrida e que eles merecem esse reconhecimento pelo papel que fazem na sociedade. A gente sempre quer mais para o professor, mas esse aumento de 12,84% já deu uma alavancada no salário deles e no que depender dos vereadores, eles vão sempre ser reconhecidos pelo esforço que fazem para educar nossos filhos”, disse Enis.

A presidente da Comissão de Educação, vereadora Paulina Aleixo Pinna (PRO), também afirmou que o reajuste deveria ser maior.

“Esse aumento é importante porque vai cumprir o regulamento do piso nacional porque até agora ninguém recebia o piso nacional. E também isso é uma ordem do Governo Federal e o prefeito tem que se adequar para não entrar na Lei de Responsabilidade Fiscal. Nós professores ganhamos muito pouco e 12,84% ainda é pouco, mas vai dar um pouco mais de ânimo para o professor trabalhar”.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Espírito Santo  (Sindiupes) recebeu a notícia sobre o reajuste salarial de forma positiva.

“Estamos sempre na luta em prol da valorização da nossa categoria. Entendemos que este reajuste vem, após solicitação de reajuste, feita pelo sindicato ao município. Estamos sempre em diálogo constante com o Executivo e Legislativo Municipal, acompanhando todas as pautas que se referem a Educação”, afirmou o diretor do Sindiupes Tiago Mello.

Além do PL n° 19, os parlamentares aprovaram o projeto nº 21, do vereador Marcos Grijó (PDT), que declara a Associação de Produtores Rurais de Guarapari (APRUGURA) como utilidade pública. Ainda durante a sessão, foram rejeitados 10 vetos do prefeito à Projetos de Lei de autoria dos vereadores.

Você pode Gostar de:

Primeira morte suspeita por coronavírus no ES

Um marinheiro de 40 anos morreu nesta quarta-feira (1) com suspeita do novo coronavírus. De …