terça-feira ,3 agosto 2021
  • canal tempo real no youtube
Home / Geral / Semana do saco cheio tem policiamento reforçado em Guarapari

Semana do saco cheio tem policiamento reforçado em Guarapari

O 10º Batalhão da Polícia Militar reforçou o policiamento no município de Guarapari no período denominado “Semana do Saco cheio”.

Avenida Beira Mar na Praia do Morro em Guarapari Foto: Divulgação

A Semana do Saco Cheio é um período que estudantes e professores têm folga prolongada entre os feriados do dia 12 de outubro (Dia de Nossa Senhora da Aparecida e Dia das Crianças) e 15 de outubro (Dia dos Professores) se estendendo até o final de semana seguinte. Tal prática é rotineira no estado de Minas Gerais, e como Guarapari é um dos destinos mais procurados entre os mineiros, é comum aumentar consideravelmente o fluxo de pessoas na cidade.

Nesse sentido, o 10° BPM incrementou a atuação do efetivo policial, com objetivo de aumentar a sensação de segurança dos munícipes e turistas, a fim de que potenciais delinquentes sejam dissuadidos de agir.

Além dos policiais que atuam na Unidade, o Batalhão recebeu um reforço de militares da Cavalaria, que estão atuando especificamente nas regiões com maior fluxo de pessoas. As equipes da Força Tática e do pelotão de Trânsito também intensificarão suas ações durante o período.

O tenente coronel Emerson Caus, comandante do Batalhão, afirmou que “ a PM está atuando através de seus variados processos e modalidades de policiamento com objetivo de proporcionar sensação de segurança”.

Você pode Gostar de:

Adolescente de 13 anos é assassinado em Vila Velha

O adolescente de 13 anos, acusado de esfaquear a vizinha em Vila Velha, na madrugada desta quinta-feira (29), foi encontrado morto nesta manhã, na rua César Alcure, em São Torquato. Samuel Gonçalves Dias foi jogado na beira da rua, mas a suspeita inicial é que ele tenha sido morto no alto do morro, a 300 metros do local onde o corpo foi encontrado, já que lá em cima a polícia encontrou vestígios de sangue e marcas de tiro. As polícias Civil e Militar estão na região, aguardando a chegada da perícia. Segundo as primeiras investigações, Samuel teria sido capturado por traficantes de madrugada, logo depois de ter esfaqueado um auxiliar de estoque, de 29 anos. Eles teriam torturado o garoto e, pela manhã, o executaram.