quarta-feira ,21 outubro 2020
Home / Geral / Professora que morreu em parque de diversões era responsável pelo programa de guias mirins em Viana

Professora que morreu em parque de diversões era responsável pelo programa de guias mirins em Viana

A professora Miriam de Oliveira, 38 anos, morreu após cair de um brinquedo dentro de um parque de diversões de Itaipava, balneário de Itapemirim. A filha de dela, de 6 anos, ficou gravemente ferida. Ele era moradora de Viana.


De acordo com os familiares, Miriam era uma pessoa alegre, sempre prestativa e querida pelos amigos e pela comunidade onde morava.

Miriam era responsável pelo programa de guias mirins. Neste programa os alunos fazem passeios pelas lendas e histórias de Araçatiba, comunidade colombola de Viana. Ela deixa marido e a filha que continua internada na Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim. O estado de saúde dela é estável.

ENTENDA O CASO
Miriam de Oliveira, 38 anos, morreu após cair de um brinquedo em um parque de diversões em Itapemirim, sul do Espírito Santo, no final da tarde deste sábado (1).
A filha dela de 6 anos que estava com ela no momento, também caiu, ficou ferida e foi socorrida em estado grave.


Segundo informações da Polícia Civil, mãe e filha estavam em um brinquedo que faz uma rotação de 360º, chamado “surf”. Elas estavam sozinhas.
O brinquedo funcionava normalmente até que começou a girar rápido e fora de controle. As duas foram arremessadas, a mãe morreu na hora após ser atingida na perna e cabeça pelo brinquedo.
A Polícia Militar esteve no local e prendeu o proprietário do parque e o operador do brinquedo. Eles foram autuados por homicídio culposo e lesão corporal culposa. O local estava funcionando com irregularidades e sem alvará de funcionamento.

Você pode Gostar de:

Portugal entra em situação de calamidade devido ao agravamento da pandemia de Covid-19 na Europa

O agravamento da pandemia de Covid-19 fez Portugal decretar o status de “situação de calamidade” a partir …