sexta-feira ,15 novembro 2019
Home / Geral / Professora alega desigualdade no processo seletivo em Guarapari

Professora alega desigualdade no processo seletivo em Guarapari

Um grupo de professores entrou em contato com a nossa redação, insatisfeitos com o edital do processo seletivo para contratação de professores em caráter de designação temporária para 2018.

PROFESSOR

De acordo com uma professora, o edital acaba beneficiando quem já está trabalhando na rede pública, e coloca os demais candidatos em desvantagem. “O edital do processo seletivo para a contratação de professores em caráter de designação temporária para 2018 para a prefeitura de Guarapari, apresenta uma diferenciação na pontuação entre os cursos realizados em âmbito público e privado.

“Mesmo sendo cursos com a mesma carga horária e estrutura curricular, privilegiando assim os profissionais que estão na rede e tem acesso exclusivo a essa formação, deixando assim de ser um critério de mérito e formação, para ser um critério de exclusão de uma grande parte dos profissionais que irão participar”

“Pois desmerece os docentes que estão fora da rede pública de educação e buscam uma formação de qualidade na iniciativa privada, mais que por motivos obscuros ficam secundarizados nesse processo de seleção”, disse a professora que pediu para não ser identificada.

A professora conta que o edital de convocação pede como pré-requisito ter o curso do PNAIC (Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa ), o que beneficia os professores que já estavam na rede para trabalhar do 1º ao 3º anos iniciais do ciclo de alfabetização.

Nota da prefeitura de Guarapari

“A comissão do Processo Seletivo Simplificado para o Magistério em Designação Temporária 2017/2018 esclarece que o Curso do Programa Nacional de Alfabetização da Idade Certa –  PNAIC estabelecido como pré-requisito para candidatos que desejam se inscreverem às vagas do Ciclo de Alfabetização (1º, 2º e 3º anos), compõe como pré-requisito para estes profissionais desde a assinatura do PACTO no ano de 2012 entre os entes federados (Municípios e Estados).

Assim, desde então, o Município de Guarapari, por meio da Secretaria Municipal da Educação, iniciou no ano de 2014 o cumprimento do Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa – PNAIC, exigindo o curso, ora ofertado inicialmente pela esfera federal, como pré-requisito para os professores que atuavam nas salas do ciclo de alfabetização (1º, 2º e 3º anos), tanto para os professores estatutários, como para os professores contratados em regime de designação temporária.

Portanto, não procede a informação de benefícios para professores que compõem a rede municipal no ano letivo de 2017, visto que, em 2015 foi lançado o curso, em esfera Municipal permitindo a inscrição a todos os profissionais interessados do Ensino Fundamental (efetivos e contratados)”.

Tell Miranda

Jornalista e radialista

More Posts - Website

Você pode Gostar de:

Corpo de jovem desaparecido é encontrado em Píuma

O corpo do jovem de 19 anos desaparecido no mar da Praia do Morro em …