quarta-feira ,30 setembro 2020
Home / Geral / Presos autores de homicídio 12 horas após crime em Guarapari

Presos autores de homicídio 12 horas após crime em Guarapari

Vítima vinha fazendo ameaças e chegou a invadir a residência dos suspeitos

Foto: Tempo Real (Arquivo)

A equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari, prendeu em flagrante dois indivíduos, de 25 e 26 anos, suspeitos de serem os autores do homicídio que vitimou um homem de 23 anos, no bairro Santa Mônica, em Guarapari. A dupla foi presa no centro da cidade, cerca de 12 horas após o crime.

O homicídio foi cometido por volta de uma hora da madrugada desta segunda-feira (15). A vítima foi perseguida e golpeada com um objeto contundente na cabeça, até a morte.

A DHPP de Guarapari iniciou as diligências logo após o fato e, rapidamente, identificou os autores. “Descobrimos que os suspeitos eram dois moradores de uma residência invadida pela vítima no dia 08 de junho. Na ocasião, ele foi conduzido à Delegacia Regional, onde assinou um Termo Circunstanciado por invasão de domicílio e liberado para responder em liberdade”, explicou o titular da DHPP de Guarapari, delegado Franco Malini.

No entanto, depois de liberada, a vítima teria voltado a ameaçar os autores. O motivo era a casa onde os suspeitos moravam. “A residência era da família da vítima, que tinha interesse em morar no local. Porém, os familiares não permitiram que ele se mudasse pra lá, e optaram por alugar o imóvel. Desde então, a vítima fazia ameaças contra os suspeitos”, relatou o delegado.

Na tarde de domingo (14), a vítima teria proferido novas ameaças. Na madrugada de segunda-feira, o homem foi encontrado pelos suspeitos nas proximidades da residência, e acabou morto no meio da rua.
Os suspeitos foram encontrados em seu de local trabalho e conduzidos até a delegacia, onde confessaram o crime. Ambos foram autuados por homicídio e encaminhados ao sistema prisional.

Você pode Gostar de:

Mulher supera doença e engravida de quadrigêmeos depois de cinco anos de tentativas: ‘Nada é impossível’

Depois de ser diagnosticada com síndrome do ovário policístico e de sofrer dois abortos, a …