terça-feira ,3 agosto 2021
  • canal tempo real no youtube
Home / Noticias do Mundo / Portugal entra em situação de calamidade devido ao agravamento da pandemia de Covid-19 na Europa

Portugal entra em situação de calamidade devido ao agravamento da pandemia de Covid-19 na Europa

O agravamento da pandemia de Covid-19 fez Portugal decretar o status de “situação de calamidade” a partir da 0h desta quinta-feira (15). Com a decisão, o país passa a adotar medidas mais rígidas de isolamento social para conter o avanço do Sars-Cov-2 em seu território.

A decisão não é isolada: outros países europeus também impuseram novas regras para tentar conter uma segunda onda de infecções. Entre eles está a França, que anunciou o restabelecimento do estado de emergência a partir de sábado (17).

Segundo informações do jornal “Público”, o governo português passará a exigir máscara na rua e limitar as aglomerações em cinco pessoas em lojas, restaurantes e vias públicas. Nos casamentos e outras celebrações pessoais, serão permitidos até 50 convidados. A situação de calamidade será mantida por pelo menos 15 dias após a quinta-feira.

“Infelizmente, Portugal não é exceção, e podemos classificar a evolução da pandemia no nosso país como uma evolução grave”, declarou o primeiro-ministro António Costa, em Lisboa.

Outras medidas

  • Serão proibidas todas as festas universitárias e cerimônias para recepção de novos alunos nas instituições de ensino;
  • As ações de fiscalização serão reforçadas pelas forças de segurança para assegurar o cumprimento das novas regras;
  • A multa aplicada em caso de descumprimento das regras poderá ser de até 10 mil euros.

    Situação da pandemia em Portugal

    Até esta quarta-feira (14), Portugal registrava 89.121 casos confirmados e 2.110 mortes, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Na terça-feira (13) foram 1,2 mil casos, sendo que o recorde de casos confirmados ocorreu na semana anterior, quando foram registrados 1.646 casos.

    Mesmo com o avanço no total de infectados, o número de mortes não atingiu patamares perto do recorde. Na terça-feira foram 16 mortes, sendo que o recorde de foi em 3 de abril, quando foram contabilizados 37 óbitos.

    Fonte: G1

Você pode Gostar de:

Mulher é torturada e morta em Guarapari

Ana Paula da Silva Barbosa, de 52 anos, foi morta na noite de domingo (1), no bairro Santa Mônica em Guarapari, os dois homens suspeitos pelo crime foram presos em flagrante. A vítima morava com o esposo, que também foi agredido.