segunda-feira ,18 janeiro 2021
Home / Polícia / Policial civil e filhos de vereador são presos em Guarapari suspeitos de tráfico de drogas

Policial civil e filhos de vereador são presos em Guarapari suspeitos de tráfico de drogas

Foto: Tell Miranda
Foto: Tell Miranda

Sete pessoas foram presas, na manhã desta sexta-feira (09), durante uma operação conjunta das polícias Civil e Militar em Guarapari, com o objetivo de investigar o tráfico de drogas no município. Entre os detidos estão um policial civil, o filho dele e dois filhos de um vereador de Guarapari, que também atua como policial civil.

De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), as investigações, iniciadas em abril deste ano, apontaram que o policial civil José Loureiro Filho, conhecido como Riquinho, estava participando do tráfico de drogas junto com seu filho, Lucas de Souza Loureiro. Os dois foram presos nesta sexta, durante a Operação Triângulo das Bermudas.

Também foram detidos na mesma operação Breno Muniz Ferreira e Jorge Figueiredo Junior. Os dois são filhos do vereador e também policial civil Jorge Figueiredo (PROS).  De acordo com a mãe de Breno e Jorge, eles não são traficantes e acredita em perseguição política, já que o marido dela, tenta a reeleição para a câmara municipal de Guarapari. “Recebemos a notícia como sendo uma forma de perseguição política para prejudicar o meu marido.Meus filhos não são traficantes”, disse.

Os outros presos na operação foram Brunela Rosa Campos, Miqueias Sedano Ferreira e Filadelpho de Souza Neto. Segundo a polícia, todos foram autuados por tráfico de drogas.

De acordo com a Sesp, o policial detido foi entregue à Corregedoria da Polícia Civil e conduzido até Vila Velha, onde ficará preso e à disposição da Justiça. Já os demais presos foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Guarapari.

A Operação Triângulo das Bermudas foi realizada por policiais civis da 5ª Delegacia Regional de Guarapari, com o apoio da Polícia Militar. Durante a ação, foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão temporária.

De acordo com a delegada Chefe da Delegacia de Guarapari, Maria da Glória Pessotti, não existe nenhum tipo de perseguição política em relação à prisão de dois filhos de um vereador. ” Não existe perseguição, nós temos provas técnicas que comprovam a participação deles”.

Ela disse ainda que as prisões coincidiram com o período eleitoral. Jorge Figueiredo Junior, o Juninho, já foi detido outras vezes e o seu irmão, Breno Muniz Ferreira foi detido pela primeira vez.

Em relação ao pai de Juninho e Breno, o candidato à reeleição e atual vereador, Jorge Figueiredo (Pros), ela disse que ele é um policial civil que vem cumprindo rigorosamente as suas funções.

Tell Miranda

Jornalista e radialista

More Posts - Website

Você pode Gostar de:

Entulho é retirado do estádio Davino Matos

Uma máquina trabalhava na manhã deste sábado (16), na rua do Trabalho no Centro de Guarapari, para retirar uma quantidade enorme de entulhos, há alguns dias no local.