segunda-feira ,9 dezembro 2019
Home / Geral / Operação conjunta em Guarapari prende suspeito dos homicídios de avô e neto no Rio de Janeiro

Operação conjunta em Guarapari prende suspeito dos homicídios de avô e neto no Rio de Janeiro

Investigações apontam que o detido integra uma facção criminosa do Rio.

A equipe da Delegacia de Investigações Criminais (Deic) de Guarapari, com o apoio da Delegacia Especializada de Narcóticos (Denarc) e da Polícia Militar (PMES), prendeu Eraldo da Silva Leite, de 32 anos, na tarde dessa terça-feira (19).

Ele é suspeito de integrar uma facção criminosa e ser o mandante dos homicídios de um vigilante, de 37 anos, e seu neto de quatro anos, ocorridos no Estado do Rio de Janeiro, no início deste mês. O foragido encontrava-se morando no bairro Praia do Morro, em Guarapari, onde foi preso em sua residência.

Eraldo da Silva Leite é suspeito de ser o mandante dos homicídios

De acordo com o titular da Deic, delegado Guilherme Eugênio, a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ), soube do paradeiro do detido e fez contato com os policiais civis do Espírito Santo em busca de apoio.

“Analisamos as informações que nos enviaram e, no final da tarde, as equipes de polícia se deslocaram até a residência do suspeito, vigiaram a sua chegada e efetuaram a prisão”, relatou.

Guilherme Eugênio afirmou que o detido integra uma facção criminosa muito conhecida no Rio.

“O crime teria sido motivado por conflitos entre narcotraficantes. Na ocasião, um homem e seu neto foram brutalmente mortos, uma vez que, o alvo da ação criminosa, era o pai da criança, que não estava no local. A companheira do vigilante, também com 37 anos, foi atingida por disparos de arma de fogo, mas sobreviveu.”, disse.

Além de Eraldo, outros cinco suspeitos de participar do crime foram identificados e presos por policiais civis do Rio. Ao ter ciência do mandado de prisão, o detido fugiu e, juntamente com sua família, instalou-se em Guarapari, onde estava vendendo salgados.

O investigado foi recambiado ao Estado do Rio de Janeiro, onde as investigações prosseguem na 146ª Delegacia de Polícia.

Você pode Gostar de:

Guarapari define programação da virada de ano

A Prefeitura de Guarapari, através da Secretaria Municipal de Turismo, Empreendedorismo e Cultura (Setec), está …