Home / Geral / Mulheres são homenageadas em Guarapari

Mulheres são homenageadas em Guarapari

A Câmara Municipal de Guarapari realizou, nesta quinta-feira (14), uma sessão solene em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. A solenidade foi proposta pela vereadora Paulina Aleixo (PRO) e contou a presença da delegada da Mulher, Francini Bergamini; da advogada Elizabeth Haddad; da presidente do Conselho do Mulher, Ednéia Conceição de Oliveira e da pastora Elisa Cristina de Souza.

Também estiveram presentes o presidente da Mesa Diretora, vereador Enis Gordin (PRB), e dos vereadores Marcos Grijó (PDT), Oziel de Souza (PSC), Rogério Zanon (PRP), Denizart Luiz (PSDB), Dito Xaréu (SDD), Lennon Monjardim (PODEMOS), Clebinho Brambati (PDT), Gilmar Pinheiro (PSDB), Sandro Bigossi (PDT), Thiago Paterlini (MDB), Fernanda Mazzelli (PSD) e Kamilla Rocha (DEM).

Na ocasião, a pastora afirmou que a mulher possui uma grande força interior e que deve se valorizar. “Não deixe que a adversidade diminua você. Você tem valor. Lute e mostre que com dignidade você pode fazer a diferença. Não somos melhores que os homens. Cada um tem o seu lugar. Mas, fazendo a junção vamos abrilhantar e enriquecer a sociedade”, disse pastora Elisa.

A advogada Elizabeth Haddad disse que ao celebrar o Dia Internacional da Mulher, a sociedade se compromete com a causa da mulher e ressaltou os casos de violência doméstica na cidade. “Somos o quinto maior município em questão de medidas protetivas. Somos o terceiro estado brasileiro em violência contra a mulher. Mas o pior, somos o Estado que mais mata mulher de forma cruel. Isso vem da educação. Dá sociedade que não se preocupou em transformar o homem em um cidadão que respeita a mulher”, lamentou.

A presidente do Conselho da Mulher lembrou que a violência doméstica não é só física, mas também psicológica e que piadas e brincadeiras machistas não devem ser propagadas. Ela também revelou que além de atender as vítimas, o Conselho realiza palestras nas escolas para conscientizar os estudantes da importância de não agredir mulheres e denunciar casos de violência. “Quero humildemente deixar um recado para o sexo masculino. Nós aceitamos flores e até gostamos de chocolates, mas o que a gente quer e precisa é de respeito”, afirmou Ednéia.

A delegada da Mulher exibiu um vídeo sobre violência doméstica que dizia que briga de marido e mulher com agressão não é um problema familiar, mas sim da sociedade e deve ser denunciado. “A violência  doméstica antes de ser um crime é um problema social. Se os vizinhos que presenciaram a briga familiar tivessem denunciado, muitas Marias não teriam morrido. Então indiferença mata e nós somos responsáveis enquanto sociedade, enquanto pessoa, enquanto ser humano, a denunciar”.

Ao fim da solenidade 19 mulheres foram homenageadas pelos parlamentares com a entrega de flores e uma placa de mérito pelo Dia Internacional da Mulher. A servidora Mirtes Agostinho Espinoso da Silva recebeu a homenagem e o agradecimento do presidente da Mesa Diretora, vereador Enis Gordin, pela dedicação nos serviços prestados a Casa de Leis. Além dela, as vereadoras Fernanda Mazzelli e Kamilla Rocha e as convidadas Francini Bergamini, Elizabeth Haddad, Ednéia Conceição de Oliveira e a pastora Elisa Cristina de Souza também estavam entre as homenageadas.

Fotos e informações: Assessoria da CMG

Veja como foi a sessão solene pelo Dia Internacional da Mulher. Clique aqui.

Você pode Gostar de:

Áudios de vereador é entregue ao Ministério Público

O presidente da Câmara de Guarapari, Enis Gordin se manifestou sobre os áudios que circularam …