quarta-feira ,22 setembro 2021
  • canal tempo real no youtube
Home / Geral / Motociclista sofre acidente em Guarapari e pode ficar de fora de concurso público da Polícia Militar do Paraná

Motociclista sofre acidente em Guarapari e pode ficar de fora de concurso público da Polícia Militar do Paraná

Uma motociclista levou cinco pontos no pé após cair na descida da ponte de Guarapari na última sexta-feira (6). A causa da queda foi a brita derrubada por um caminhão que passou pelo local.

Devido ao acidente, ela está de atestado médico de 10 dias do trabalho e pode ficar de fora da segunda fase do concurso público da Polícia Militar do Estado do Paraná. Ela é moradora do bairro Ipiranga.

Foto: Divulgação

A motociclista que sofreu o acidente entrou em contato com a nossa redação na tarde desta sexta-feira (13), para relatar o que aconteceu.

De acordo com a assistente administrativo Laís Soares Nunes Santana, 30 anos, além de ficar machucada, ela corre o risco de não poder participar da segunda fase da prova para a Polícia Militar do Estado do Paraná. Ela foi aprovada na primeira fase.

Laís conta que havia saído da Prainha de Muquiçaba e seguia para a sua casa no bairro Ipiranga em Guarapari, “quando fui fazer a curva na descida da ponte, o pneu da moto derrapou, pois tinha muita brita espalhada na pista”, relata.

Ela conta que estava sozinha e na queda, perdeu muito sangue e chegou a quase desmaiar. Foi feito um contato com o Samu, mas devido a urgência, o marido foi até o local com um tio dela e levou a jovem para a UPA de Guarapari.

Laís levou cinco pontos no pé e teve escoriações pelo corpo inteiro, “desde o dia do acidente não tive condições para voltar ao trabalho, não consigo caminhar direito e sinto muitas dores”.

No dia do acidente saiu a lista de aprovados da primeira fase do concurso público da Polícia Militar do Estado do Paraná. Ela já estava se preparando para fazer a segunda fase da prova, que vai cobrar testes físicos, ”dia 15 de setembro vai sair a relação dos nomes para fazer essa prova e eu estou nessa situação sem poder me preparar. Não estou conseguindo andar direito, tenho que fazer corrida, estava treinando especificamente para essa fase”.

 

Como se não bastasse, além de tudo isso, a moto modelo Yamaha 150 teve o farol quebrado, punho destruído, arranhões na carenagem, a pedaleira entortou, um prejuízo aproximado de R$ 700,00, mais uma quantia gasta com os remédios para ajudar no tratamento.

Ela não conseguiu até agora informações que pudessem levar ao condutor do veículo que derramou as britas na pista.

Tell Miranda

Jornalista e radialista

More Posts - Website

Você pode Gostar de:

Carro invade loja após bater em outro veículo em Guarapari

Um acidente entre dois carros no final da tarde deste domingo (12), deixou duas pessoas feridas.