sexta-feira ,23 julho 2021
  • canal tempo real no youtube
Home / Geral / Morre dona da rádio Colina em Guarapari de covid-19

Morre dona da rádio Colina em Guarapari de covid-19

A radialista e proprietária da rádio Colina Rosemarrie Sanglard, faleceu vítima de covid-19 na tarde desta quinta-feira (15).

Morre dona da rádio Colina em Guarapari de covid-19
Rose era radialista e dona da rádio Colina Foto: Redes sociais

Rosemerrie, estava internada já há algum tempo tratando da doença, mas infelizmente nesta quinta-feira teve uma piora no seu estado e não resistiu.

Ela era casada e deixa duas filhas. O comunicado do falecimento de Rose foi feito  durante a sessão da Câmara dos vereadores, pelo vereador e amigo Wendel Lima.

O ex-cunhado dela, o radialista Aldo José, lamenta a morte da radialista. “Conversei com o Márcio, marido dela pouco antes dela falecer, é um sentimento de muita tristeza e de perda pela pessoa, mãe maravilhosa que sempre foi, amiga de todo mundo”.

Ele ainda falou sobre o difícil momento de tantas vidas perdidas pela covid-19, “infelizmente Rose está fazendo parte desse momento tão triste que estamos vivendo, de tantas perdas. Que ela vai em paz, uma pessoa muito religiosa, que Deus console a família”, contou emocionado.

No grupo em uma rede social de conversa, no qual Rosemarrie fazia parte, muitos profissionais da imprensa lamentaram a sua morte. 

A repórter da TV Guarapari Cecília Rodrigues, destacou como Rose era uma profissional parceira “super generosa em dividir informações, uma grande perda para nossa cidade”.

O técnico de informática Marcos Paulo Mantovaneli, conhecido como Kiko, é funcionário da rádio e segue internado, segundo sua esposa Emanuele Vassoler, ele está estável e tem apresentado melhoras a cada dia.

Você pode Gostar de:

Trabalhadores de limpeza urbana e resíduos sólidos começam a ser vacinados no Espírito Santo

O Governo do Espírito Santo iniciou, nesta segunda-feira (12), a vacinação de mais um grupo prioritário do Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19: dos profissionais da limpeza urbana e de resíduos sólidos