domingo ,20 outubro 2019
Home / Geral / Luciano Huck está disposto a sair da Globo para concorrer em 2022

Luciano Huck está disposto a sair da Globo para concorrer em 2022

O apresentador de TV Luciano Huck anunciou para aliados do PSDB, do DEM e do Cidadania que está disposto a concorrer à Presidência da República em 2022Para reforçar a mensagem, disse que mesmo que a Globo exija sua demissão quando ele anunciar a candidatura, ele pretende “enfrentar o desafio”.

O apresentador fez uma reunião com aliados para anunciar que está disposto a concorrer em 2022. (Foto: REUTERS/Leonardo Benassatto)

Huck organizou um encontro em sua casa no Rio de Janeiro para fazer o anúncio na segunda-feira da semana passada. De acordo com o jornalista Tales Faria, estavam presentes o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), o economista Armínio Fraga, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto, o presidente do Cidadania, Roberto Freire, o líder do partido na Câmara, Daniel Coelho (PE), os ex-ministros Mendonça Filho e Raul Jungmann,e os empresários Leandro Machado, do movimento Agora!, e Eduardo Mufarej, do RenovaBR.

Todos dizem que apoiariam a candidatura, mas defendem que ainda é cedo para fazer qualquer tipo de anúncio ou romper com a emissora. No ano passado, quando Huck cogitou concorrer à Presidência, a Globo ameaçou desligá-lo e disse que não o contrataria novamente em caso de derrota.

Para 2022, a expectativa é de que a emissora não proíba o retorno. Além disso, os convidados acreditam que a ruptura seria uma mera formalidade: eles especulam que a Globo não hesitaria em apoiar um nome capaz de derrotar Jair Bolsonaro (PSL) nas urnas, já que tem sofrido ataques do atual presidente.

No entanto, os presentes destacaram que, antes de anunciarem a candidatura, eles precisam avaliar o cenário da política brasileira pós eleições municipais de 2020. Elas darão um sinal da força de movimentos de renovação política endossados por Huck, como o Agora! e o RenovaBR. O apresentador os assegurou de que a expectativa é eleger cerca de 4 mil vereadores.

A aliança também depende do desempenho dos outros pré-candidatos. O principal é o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que já tem se estabelecido como o principal adversário de Bolsonaro pelo centro – exatamente o papel que Huck desempenharia.

Os membros mais antigos do PSDB, que não gostam das reformas que Doria tem feito no partido, se mostraram dispostos a apoiar o apresentador. Mas preveem dificuldades para emplacar uma aliança com Huck caso o governador de São Paulo se saia bem nas eleições municipais.

No ano passado, a esposa de Huck não se mostrou confortável com a candidatura do marido. Agora, esse empecilho parece ter sido superado: Angélica passou pela reunião, cumprimentou todos os presentes e se mostrou aberta à possibilidade.

Por fim, resta definir por que partido o apresentador se lançaria candidato. Ele está tem demonstrado proximidade com o Cidadania, mas espera o resultado das eleições de 2020 para tomar a decisão.

Luciano Huck tem buscado apoiadores por todo o Brasil. Na semana passada, depois dessa reunião em sua casa, participou de um almoço com a cúpula do DEM em São Paulo – inclusive o vice-governador, Rodrigo Garcia.

Fonte: Yahoo

Você pode Gostar de:

Moto é roubada em Guarapari

Uma moto Honda CG 125 , placa MPY 6i35 foi roubada no bairro Nova Guarapari …