Home / Polícia / Jovem é estuprada, esfaqueada e apedrejada em Guarapari

Jovem é estuprada, esfaqueada e apedrejada em Guarapari

Uma jovem de 23 anos está internada em estado grave no Hospital São Lucas em Vitória, após ser estuprada, esfaqueada e ainda teve a cabeça atingida por uma pedra, na madrugada de sábado (17), na Aldeia de Perocão em Guarapari.

Ela só foi encontrada por volta das 3h, por uma pessoa da região, que seguia para o trabalho. O Samu foi chamado e socorreu a vítima.

De acordo com informações do titular da Delegacia de Crimes Contra a Vida de Guarapari, Tarik Souk, a jovem foi estuprada, e quase foi morta por dois adultos e dois adolescentes.

O delegado informou que a jovem foi atingida por 22 facadas e os suspeitos tentaram esmagar a cabeça dela, com uma pedra. A pedra foi encontrada pela polícia no local, junto com a faca.

DELEGACIA
O delegado conta que eles podem ser indiciados por tentativa de homicídio qualificado e estupro com lesão corporal grave. Segundo o delegado, eles estão colaborando com as investigações Foto: Tell Miranda

A vítima é de Barra de São Francisco e estava na casa da mãe de uma amiga, moradora da região desde o dia 15 deste mês. 

Uma amiga da vítima, informou que a jovem saiu na noite de sexta-feira (16), para encontrar com um rapaz. Essa informação não é a mesma da polícia, que informou que ela foi para um lugar usar drogas com os investigados.

A polícia informou que ela e os quatro suspeitos de cometerem o crime, são usuários de drogas. Os envolvidos foram identificados pela polícia cinco dias após o crime, e respondem ao processo em liberdade, pois não foram presos em flagrantes.

O delegado conta que eles podem ser indiciados por tentativa de homicídio qualificado e estupro com lesão corporal grave. Segundo o delegado, eles estão colaborando com as investigações.

O material genético foi colhido pela equipe médica, para realizar a perícia e saber quem foi o autor do estupro, ou se ela foi abusada por todos. Três dos suspeitos confessaram para a polícia que desferiram golpes de faca e pedra. Para a polícia eles contaram, que a motivação foi a discussão dela com um dos envolvidos no dia e em outro momento.

Em relação ao sexo, informaram que teve consentimento da vítima. Um dos suspeitos, negou qualquer participação no crime. 

Tell Miranda

Jornalista e radialista

More Posts - Website

Você pode Gostar de:

Câmara de Guarapari emite comunicado sobre os áudios de um suposto vereador

A câmara de Guarapari emitiu um comunicado sobre a repercussão dos áudios de um suposto …