Home / Geral / “Fui tratada com deboche e descaso”, disse esposa de mergulhador.

“Fui tratada com deboche e descaso”, disse esposa de mergulhador.

O corpo do mergulhador Flávio Schneider Matos, 35 anos, foi encontrado há 14 milhas da orla de Anchieta, no domingo (4), pelos próprios amigos, que estavam com eles no dia do desaparecimento. Ele estava desaparecido desde a última sexta-feira (2), quando estava com mais dois amigos no mar de Anchieta em uma pesca submarina. O corpo dele chegou dentro da embarcação 1º Apostolo, por volta das 20h40 de domingo (4) e ficou dentro do barco até a chegada da perícia.

Prainha de Muquiçaba , em Guarapari, onde o corpo do mergulhador ficou até a chegada da perícia da Polícia Civil Foto: Tell Miranda

O corpo foi encontrado há uma profundidade de 28 metros, o que equivale, há quase 10 andares de um edifício. A esposa do mergulhador, a professora Mariana Rodrigues, mesmo abalada, conversou com a nossa reportagem. Ela faz um desabafo em relação as buscas do marido. 

O corpo do mergulhador veio dentro da embarcação 1º Apóstolo Foto: Tell Miranda

Os amigos, familiares e membros da Igreja Casa de Oração na Praia do Morro, onde Flávio frequentava estiveram na Prainha de Muquiçaba. Um grupo da Igreja esteve no local, pouco depois do corpo ser encaminhado para o Departamento Médico Legal em Vitória.

Assista o desabafo da esposa Mariana Rodrigues:

Tell Miranda

Jornalista e radialista

More Posts - Website

Você pode Gostar de:

Jovem é morto a tiros em Guarapari

Um homem foi morto a tiros no bairro Santa Margarida em Guarapari, na noite de …