quinta-feira ,12 dezembro 2019
Home / Esporte / Flamenguistas comemoram título da Libertadores em Guarapari

Flamenguistas comemoram título da Libertadores em Guarapari

Com muita emoção, um verdadeiro teste para cardíacos. Foi assim que o Flamengo, o time-sensação do futebol brasileiro, conseguiu uma virada improvável, venceu o River Plate por 2 a 1 e conquistou sua segunda Libertadores após 38 anos. Apesar de não foi superior ao seu rival na maior parte do jogo, conseguiu dois gols após os 40 minutos do segundo tempo e levantou o caneco.

Após o fim da partida, flamenguistas seguiram para a Avenida Drº Roberto Calmon para comemorar o segundo título da Copa Libertadores de América. Uma viatura da Polícia Militar bloqueou o acesso de carros e motos pela rua do Trabalho. Veja a transmissão que realizamos no meio dos torcedores que não param de cantar e comemorar esta importante conquista internacional.

Este foi o segundo título da Libertadores da história do Flamengo, que venceu sua primeira final em 1981. O River Plate já foi campeão quatro vezes. A partida foi disputada em Lima, no estádio Monumental, depois da tensão política que viveu o Chile, local original da decisão.

No início, o Flamengo começou com sua marcação pressão característica, com as linhas bem altas, enquanto o River Plate tentava cadenciar o jogo. Na primeira chance de gol do jogo, aos 13 minutos, Borré aproveitou-se da indecisão de Gerson e Arão depois de cruzamento baixo de Nacho Fernandez e abriu o placar para os argentinos.

O Flamengo sentiu o gol e aí quem se impôs na partida foi o River, que tem o estilo de marcação parecido com o do Mengão. Os argentinos passaram a roubar várias bolas no campo de ataque e chegaram com perigo, mas não criaram chances claras de ampliar o placar. Enzo Pérez e Nacho Fernandez dominaram o meio de campo e foram os grandes destaques do primeiro tempo.

O segundo tempo teve início muito parecido com o fim da etapa inicial. Porém, aos 11 minutos, finalmente o Flamengo teve sua primeira chance clara de gol. Depois de ótima jogada de Gerson dentro da área, ele tocou para o meio da área, Gabigol foi bloqueado pela zaga e, no rebote, Everton Ribeiro chutou de direita para excelente defesa de Armani.

Aos 20 minutos, Gerson teve de deixar o campo com lesão muscular e Jesus colocou Diego em campo. O Flamengo só cresceu na partida cerca de dez minutos depois, quando foi para o tudo ou nada. Porém, as melhores chances nesse momento foram do River, se aproveitando dos contra-ataques ou saídas de bola erradas de um nervoso Mengão.

Aos 43 minutos começou a redenção do Fla. Bruno Henrique fez bela jogada pela esquerda, tocou para Arrascaeta dentro da área, que passou para Gabigol só empurrar para as redes e empatar a partida. Aos 46, após bola esticada no ataque, Gabigol pegou a sobra de primeira e chutou para virar o jogo. No fim, Gabigol e Exequiel Palacios foram expulsos, mas mesmo assim o brasileiro foi eleito melhor em campo.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2 X 1 RIVER PLATE

Data: Sábado, 23 de novembro de 2019, 17h

Estádio: Monumental, Lima (Peru)

Gols: Borré 13’ (0-1), Gabigol 88’ (1-1), Gabigol 91’ (2-1)

Flamengo

Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão (85’ Vitinho); Everton Ribeiro (94’ Piris da Motta), Gerson (65’ Diego) e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus.

River Plate

Armani; Montiel, Martinez Quarta, Pinola e Casco (76’ Paulo Díaz); Enzo Pérez; Nacho Fernández (68’ Julián Álvarez), Exequiel Palacios e De la Cruz; Borré (74’ Pratto) e Matias Suárez. Técnico: Marcelo Gallardo.

Fonte: Yahoo

Você pode Gostar de:

Serralheiro tem carro furtado em Guarapari

Um Gol quadrado, cor prata, ano 1991, placa LJM9D64 foi roubado nesta madrugada de segunda-feira …