quarta-feira ,3 junho 2020
Home / Geral / Exército pede informações sobre capacidade de municípios fazerem sepultamentos em massa

Exército pede informações sobre capacidade de municípios fazerem sepultamentos em massa

O Exército enviou a municípios do Rio e do Espírito Santo um questionário perguntando, em caráter de urgência, a capacidade de cidades realizarem sepultamentos em massa por conta da pandemia de coronavírus. Os documentos foram endereçados a diferentes postos de recrutamento e mobilização que estão sob ingerência da 1ª Região Militar do Comando Militar do Leste.

SAO PAULO, BRAZIL – APRIL 13: An aerial view of the graveyard, where the dead bodies of the coronavirus (Covid-19) pandemic victims were buried in Sao Paulo, Brazil on April 13, 2020. (Photo by Jose Antonio de Moraes/Anadolu Agency via Getty Imag

“Em atenção ao documento contido na referencia, solicito aos senhores chefes dos postos de recrutamento e mobilização o apoio das juntas de serviço militar que seja realizado um levantamento de dados estatísticos referentes à quantidade de cemitérios, disponibilidade de sepulturas e capacidade de sepultamentos diários em suas respectivas áreas de responsabilidade”, diz o documento, assinado pelo coronel Luiz Mauro Rodrigues Moura, chefe da sessão de serviços da 1ª Região Militar, que abrange os estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

Prefeito de Três Rios, Josimar Salles citou o documento em uma rede social para reforçar a gravidade da pandemia.

– Quero dizer que, como prefeito, estou tomando todas as medidas necessárias para salvar vidas. Temos plena consciência das dificuldades que estaremos enfrentando nos próximos meses e talvez nos próximos anos. Diante de um documento como este, vindo de uma instituição das mais respeitadas do Brasil, o Exército Brasileiro, pedindo informações sobre a nossa capacidade de sepultar pessoas, não posso, de forma alguma, afrouxar as nossas medidas. Porque se o exército esta perguntando isso é pq estão fazendo levantamento estatístico diante da possibilidade de um caos na saude publica não apenas do brasil, mas também do mundo.

Com informações do Yahoo

Você pode Gostar de:

Lacen/ES realiza em três meses o equivalente a 20 anos de rotina de testagem

Em três meses de processo, desde a habilitação por parte do Ministério da Saúde, o …