segunda-feira ,1 junho 2020
Home / Geral / DEIC de Guarapari prende suspeita de desviar R$14 mil em benefícios

DEIC de Guarapari prende suspeita de desviar R$14 mil em benefícios

Suspeita estava com o cartão bancário da vítima, idosa e analfabeta, e ficava com a maior parte do valor depositado.

Arquivo: Tempo Real

A Delegacia Especializada de Investigações Criminais (DEIC) de Guarapari prendeu, em flagrante, uma mulher de 49 anos suspeita de desviar mais de R$14 mil em benefícios destinados a um idoso analfabeto, morador de Guarapari. A prisão ocorreu na última segunda-feira (06), na residência da suspeita, no mesmo município. No momento em que foi abordada pelos policiais, ela estava de posse do cartão bancário da vítima.

“A família da vítima trouxe o caso ao conhecimento da Polícia Civil por meio do registro de um Boletim de Ocorrência. Segundo o relato, a mulher ofereceu ajuda ao idoso, intermediando a concessão do benefício de aposentadoria, ao qual ele tinha direito, mas não sabia como proceder, por ser analfabeto. Para prestar o auxílio, ela teria cobrado o valor referente ao primeiro pagamento realizado”, explicou o titular da Deic Guarapari, delegado Guilherme Eugênio.

No entanto, de acordo com as investigações, a mulher enganou o idoso, dizendo haver conseguido para ele o benefício assistencial Bolsa Família. Na realidade, ela obteve o Benefício de Prestação Continuada, de valor superior, repassando para a vítima apenas parte do dinheiro destinado a ele. Entre agosto e dezembro de 2019, um total de R$15.054,00 foi depositado na conta bancária aberta pela suspeita, em nome do idoso, à qual ela tinha acesso. Apenas mil reais foram entregues a ele.

Na última segunda-feira (07), depois de uma campana dos policiais civis da Deic de Guarapari, a suspeita foi encontrada em casa logo após voltar de um encontro com a vítima, no qual ela havia renovado os cadastros do idoso junto ao INSS e outros órgãos. Com ela, os policiais encontraram o cartão bancário em nome da vítima e demais documentos com anotações sobre os dados pessoais de outras pessoas idosas. Havia ainda um cartão relacionado a um benefício concedido a outra pessoa idosa.

A mulher foi autuada pelo crime de estelionato qualificado, por ser praticado contra pessoa idosa, e foi encaminhada ao sistema prisional. Os levantamentos apontaram que outra pessoa também participava no esquema. O caso segue sob investigação.

“Temos a suspeita de que outras pessoas tenham sido vítimas deste golpe. A investigação continua, com o objetivo de identificar outras possíveis vítimas. Deixamos a orientação que se alguém acredita que tenha sido vítima de situação semelhante, que registre o Boletim de Ocorrência em qualquer delegacia, com todos os documentos, para que o fato seja investigado”, concluiu o delegado.

Você pode Gostar de:

Apreensão de drogas, armas, foragidos da justiça e recuperação de carro roubado em Guarapari

Os policiais militares do 10º Batalhão da Polícia Militar apreenderam drogas, armas e detiveram foragidos …