sexta-feira ,30 outubro 2020
Home / Geral / Cidade de São Paulo avança à fase verde e reabrirá cinemas, teatros e museus

Cidade de São Paulo avança à fase verde e reabrirá cinemas, teatros e museus

A cidade de São Paulo avançou para a fase verde do Plano São Paulo depois de semanas registrando quedas nos casos e nas morte pelo novo coronavírus. O anúncio foi feito pelo governador João Doria (PSDB), nesta sexta-feira (09), durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes. Ao todo seis regiões estarão na fase verde a partir deste sábado (10) e permanecerão até o dia 16 de novembro, quando os critérios serão reavaliados.

Sao Paulo, SP, BR, August, 04, 2019 The São Paulo Municipal Theater is one of the most important theaters in Brazil and one of the postcards of the city of São Paulo.

O anúncio era muito esperado principalmente pela área cultural da cidade, já que a fase verde permite que a prefeitura dê o aval para a reabertura de museus, cinemas e teatros.

Desde o dia 29 de junho a cidade de São Paulo estava na fase amarela do plano. O Governo do Estado chegou a recomendar a reabertura gradual no setor cultural no final de julho, mas o prefeito Bruno Covas (PSDB) acabou a sugestão da gestão Doria.

Além da capital paulista, a Grande São Paulo e as regiões de Taubaté, Campinas, Piracicaba, Sorocaba e toda a Baixada Santista também passaram ao estágio menos restritivo de flexibilização. Barretos, na contramão da maioria, estava na amarela e foi a única a regredir: voltou à laranja.

No início desse mês, foram publicadas no Diário Oficial da capital paulista portarias que regulamentam os protocolos de saúde para o setor cultural (cinemas, teatros e museus). Algumas medidas são: todos funcionários com sintomas que configurem suspeita de gripe serão afastados e só poderão retornar ao trabalho depois de 15 dias (ou caso apresente um teste de Covid-19 negativo) e protocolos já comuns a outros setores como medição de temperatura na entrada dos estabelecimentos, entre outros.

Eventos, convenções e atividades culturais requerem da região pelo menos 28 dias na fase verde. Os locais precisam respeitar a lotação máximo de 60% da capacidade, controlar acesso, demarcar filas, entre outras medidas.

Qualquer outro evento ou atividade que gere aglomeração ou que não se encaixe nas especificações do Plano continuam proibidas e sem previsão para retomada.

Medidas que o Plano SP prevê para o setor cultural na fase verde:

  • Ocupação máxima limitada a 60% da capacidade do local.
  • Obrigação de controle de acesso e hora marcada.
  • Venda de ingressos de eventos culturais em bilheterias físicas, desde que respeitados protocolos sanitários e de distanciamento.
  • Filas e espaços demarcados, respeitando distanciamento mínimo.
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.Fonte: Yahoo

Você pode Gostar de:

Disque-Denúncia 181 completa 19 anos de funcionamento no Espírito Santo

O Disque-Denúncia 181 da Secretaria  da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) completa, nesta segunda-feira …