segunda-feira ,12 abril 2021
  • canal tempo real no youtube
Home / Geral / Câmara aprova projeto que libera cerca de R$ 100 mil para Secretaria de Saúde

Câmara aprova projeto que libera cerca de R$ 100 mil para Secretaria de Saúde

A Câmara Municipal de Guarapari aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei (PL) nº 202, de autoria do Executivo, que autoriza o município a abrir um crédito adicional especial no valor de R$ 99.990, 00 para ser empregado na Secretária Municipal de Saúde. A votação aconteceu na 15ª sessão extraordinária, realizada nesta segunda-feira (30).

O PL afirmava que o recurso deveria ser empregado na compra equipamentos permanentes, porém, não especificava o que exatamente seriam esses materiais. Por isso, os vereadores fizeram uma emenda no projeto determinando que o dinheiro seja aplicado na compra de computadores para a Secretaria Municipal de Saúde.

O presidente da Câmara, vereador Enis Gordin (PMN), afirmou que “nós fizemos a emenda porque o projeto não específica a forma como esse dinheiro seria usado. A compra dos computadores vai ajudar porque eles podem ser usados para o registro do prontuário dos pacientes, da quantidade de medicamentos que estão disponíveis e quais precisam ser comprados e outros serviços importantes para ajudar a melhorar o atendimento ao cidadão.”

Ainda durante a sessão, foram aprovados outros 14 projetos de autoria dos parlamentares. Entre eles estavam o PL nº 177, do vereador Marcos Grijó (PDT), que constitui a Casa da Cultura como patrimônio histórico municipal, e o PL nº 201, de autoria do vereador Lennon Monjardim (Podemos), que obriga os bancos a realizar a visita domiciliar para fazer a prova de vida dos beneficiários do INSS que não têm condições de saúde para comparecer nas agências.

Tell Miranda

Jornalista e radialista

More Posts - Website

Você pode Gostar de:

Filas enormes na reabertura das casas lotéricas em Guarapari

O dia amanheceu com muitas filas na reabertura das casas lotéricas em Guarapari. Na lotérica da Joaquim da Silva Lima no Centro da cidade, muitos clientes tiveram que ficar dentro das galerias para se proteger da chuva.