quarta-feira ,3 junho 2020
Home / Geral / Caixa pagará auxílio emergencial para mais de 5 milhões nesta quarta; Veja quem vai receber

Caixa pagará auxílio emergencial para mais de 5 milhões nesta quarta; Veja quem vai receber

Caixa Econômica Federal informou que foram finalizados 43,8 milhões de cadastros no aplicativo e no site, até as 8h de terça-feira (21), por trabalhadores que não estão inscritos em programas do governo e pleiteiam o auxílio emergencial de R$ 600 devido à crise social gerada pela pandemia do novo coronavírus. Os dados estão sendo repassados à Dataprev aos lotes para análise e liberação do pagamento.

Caixa Econômica em Guarapari, na manhã desta quarta-feira (22) Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (22), o banco fará o crédito para mais 5,3 milhões. São 4,1 milhões de informais sem registro e 1,2 milhão de trabalhadores cadastrados no banco de dados do governo, totalizando um volume de recursos de R$ 4,3 bilhões. Na quinta-feira (23), começa a rodada de pagamento da segunda parcela do auxílio, que foi antecipada pela Caixa.

Segundo a Caixa, o benefício já foi pago a 24,2 milhões de pessoas. Desse universo, 9,3 milhões são informais que estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do Ministério da Cidadania; 9,1 milhões são trabalhadores que não aparecem nesse cadastro e 5,8 milhões são beneficiários do Bolsa Famíllia.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, pessoas inscritas no CadÚnico que não se enquadrem nos critérios da lei e discordem da análise podem apresentar novo pedido por meio do aplicativo e portal da Caixa. O serviço foi disponibilizado ontem pelo banco. A medida também vale para os requerimentos dos trabalhadores informais.

Guarapari

Veja como estava a Caixa Econômica Federal na manhã desta quarta-feira (22), por volta das 8h30. A Caixa em Guarapari fica localizada na rua Getúlio Vargas. De acordo com um cliente da caixa, desde às 6h de hoje já tinha fila para entrar no banco.

Você pode Gostar de:

Lacen/ES realiza em três meses o equivalente a 20 anos de rotina de testagem

Em três meses de processo, desde a habilitação por parte do Ministério da Saúde, o …