quinta-feira ,20 fevereiro 2020
Home / Geral / Bolsonaro diz que jornalistas são ‘espécie em extinção’; entidade vê declaração ‘estapafúrdia’

Bolsonaro diz que jornalistas são ‘espécie em extinção’; entidade vê declaração ‘estapafúrdia’

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (6) que os jornalistas são uma “espécie em extinção”. Em nota, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) considerou a declaração “estapafúrdia”.

Bolsonaro deu a declaração enquanto conversava com apoiadores e jornalistas na portaria do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência.

Na entrevista, um jornalista indagou a Bolsonaro se ele havia conversado com os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre o cronograma de votação das reformas administrativa e tributária.

“Sempre converso com eles, sempre converso com eles”, respondeu o presidente.

O repórter, em seguida, indagou a Bolsonaro “qual reforma vai primeiro”. O presidente, então, respondeu:

“Mas o que acontece? Eu não vou provocar uma crise porque olha só: para vocês da imprensa aí. Essa frase não é minha. Eu quero que vocês mudem. Quem não lê jornal não está informado, e quem lê está desinformado. Tem que mudar isso. Vocês são uma espécie em extinção. Acho que vou botar os jornalistas do Brasil vinculados ao Ibama. Vocês são uma raça em extinção”, declarou o presidente.

“Cada vez mais gente não confia em vocês. E eu quero que vocês sejam, realmente, uma força no Brasil. É importante a informação, e não a desinformação ou o fake news. Perguntar aqui, por exemplo, eu cancelei todos os jornais no Planalto, todos, todos, não recebo mais nem jornal, nem revista. Quem quiser, que vá comprar. Porque envenena a gente ler jornal, a gente fica envenenado”, acrescentou.

Após a entrevista, a ABI divulgou uma nota na qual afirmou que, enquanto a informação for uma “necessidade vital nas sociedades modernas”, o jornalismo continuará existindo.

“E, com certeza, sobreviverá por mais tempo do que políticos inimigos da democracia, que, estes sim, tendem a ser engolidos pela história”, acrescentou a entidade.

Íntegra

Leia a íntegra da nota da Associação Brasileira de Imprensa:

ABI rechaça declarações do presidente da República

O país e o mundo têm sido surpreendidos, a cada momento, por declarações estapafúrdias do presidente da República e de seus auxiliares mais próximos. Até a manhã desta segunda-feira, a mais recente dessas declarações tinha sido a de que os jornalistas são “uma espécie em extinção”, que, como tal, deveriam ficar sob os cuidados do Ibama.

O presidente não deve confundir o que talvez seja um desejo oculto seu com a realidade.

Enquanto a informação for uma necessidade vital nas sociedades modernas, e ela será sempre, o jornalismo vai continuar a existir.

E, com certeza, sobreviverá por mais tempo do que políticos inimigos da democracia, que, estes sim, tendem a ser engolidos pela história.

Paulo Jerônimo de Sousa

Presidente da ABI

Fonte: G1

Você pode Gostar de:

Motorista morre em acidente após ser atacado por abelhas

Um homem morreu após perder o controle da direção do veículo, na avenida Francisco Rondelli …