quarta-feira ,3 junho 2020
Home / Geral / Auxílio Emergencial: governo começa a pagar a segunda parcela do benefício

Auxílio Emergencial: governo começa a pagar a segunda parcela do benefício

Começa a ser paga nesta segunda-feira (18) a segunda parcela do Auxílio Emergencial de R$ 600. Os primeiros a receber serão os beneficiários do Bolsa Família cujo NIS é terminado em 1. Na terça, serão pagos os recursos aos beneficiários do bolsa com NIS terminado em 2.

Já os trabalhadores que estão no Cadastro Único e não recebem o Bolsa Família, assim como os que se inscreveram no Auxílio Emergencial através do site ou aplicativo, começam a receber a parcela apenas na quarta-feira (20).

O calendário da segunda parcela vale apenas para quem recebeu a primeira parcela até 30 de abril. O governo não informou quando vai pagar a segunda parcela para quem receber a primeira depois desta data.

SÃO 3 CALENDÁRIOS DE PAGAMENTO:

  1. um para depósito em poupança social
  2. um para saque em espécie para beneficiários do Bolsa Família
  3. um para saque em espécie para poupança social e transferência de recursos

Diferente da primeira parcela, todos os trabalhadores que não recebem o Bolsa Família vão receber os recursos em poupança social digital da Caixa. Inicialmente, será permitido usar esse recursos apenas para pagamentos de contas, boletos e compras por meio de cartão de débito virtual.

Tanto saque quanto transferência desse dinheiro para outras contas só poderá ser feito mais tarde (veja no calendário 3 abaixo) – para quem recebeu a primeira parcela em outra conta, o recurso será transferido automaticamente na mesma data de liberação para saque.

VEJA OS CALENDÁRIOS:

1. Calendário para depósito em poupança social

 — Foto: Economia G1

— Foto: Economia G1

2. Calendário para pagamento aos beneficiários do Bolsa Família

 — Foto: Economia G1

Auxílio Emergencial segunda parcela - saque e transferência da poupança social — Foto: Economia G1

Com informações do G1

Você pode Gostar de:

Lacen/ES realiza em três meses o equivalente a 20 anos de rotina de testagem

Em três meses de processo, desde a habilitação por parte do Ministério da Saúde, o …