quarta-feira ,13 novembro 2019
Home / Geral / Após passagem de Dorian, Bahamas se esforçam para resgatar sobreviventes; EUA seguem em alerta para furacão

Após passagem de Dorian, Bahamas se esforçam para resgatar sobreviventes; EUA seguem em alerta para furacão

Com ventos de 165 km/h, ele continua sendo ameaça para o sudeste americano. Número de mortos subiu para 20 nesta quarta-feira.

Destruição provocada pelo furacão Dorian na ilha de Abaco, nas Bahamas — Foto: Al Diaz/Miami Herald via AP

Os esforços para resgatar sobreviventes do Dorian foram redobrados nesta quarta-feira (4) nas Bahamas, com o apoio dos Estados Unidos e do Reino Unido, em meio à grande devastação causada pelo furacão no arquipélago.

O ministro da Saúde das Bahamas, Duane Sands, informou que 20 pessoas morreram, mas as autoridades trabalham com a possibilidade de que o número aumente.

Motos aquáticas e botes estão sendo usados para retirar as pessoas presas em suas casas inundadas e destruídas pelas intensas chuvas e ventos de um dos ciclones mais potentes de que se tem registro.

A Guarda Costeira americana e a Marinha Real britânica se somaram às equipes de resgate com helicópteros, conduzindo evacuações médicas e avaliações aéreas para ajudar a coordenar os esforços de alívio, assim como voos de reconhecimento para avaliar os danos.

A Federação Internacional de Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (IFRC) disse estar preparando “um grande esforço de emergência” para aliviar a situação de cerca de 76 mil pessoas afetadas pelo ciclone em Grand Bahama e nas ilhas Ábaco.

Imagens aéreas mostram cenas de danos catastróficos, com centenas de casas sem teto, carros virados, enormes inundações e escombros por todos os lados.

No aeroporto de Nassau, as ambulâncias aguardavam a chegada de feridos para levá-los aos hospitais, enquanto as pessoas se aglomeravam para obter notícias de familiares e amigos.

Entre a multidão, há três estudantes cujas famílias vivem em Ábaco.

“Tudo o que temos – que tínhamos – está nessa ilha”, disse Meghan Bootle, de 21 anos. “Não nos restou nada”.

Fonte: G1

Você pode Gostar de:

Vote! Escola de Guarapari na disputa por prêmio nacional

A Escola Municipal Cândida Soares Machado, do bairro Nossa Senhora da Conceição, é uma das …