terça-feira ,3 agosto 2021
  • canal tempo real no youtube
Home / Geral / Anvisa aprova uso emergencial de vacinas contra covid

Anvisa aprova uso emergencial de vacinas contra covid

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária decidiu nesta quinta-feira, 10, que vai conceder autorização de uso emergencial para vacinas contra o novo coronavírus. A medida tem caráter experimental e foi anunciada pela diretoria colegiada da Anvisa.

(Foto: Getty Images)

A decisão facilita o caminho para que companhia desenvolvedoras da vacina consigam a autorização para imunizar os brasileiros.

A diretor da Anvisa, Alessandra Bastos Soares, afirmou que, até o momento, a agência não recebeu pedidos de uso emergencial nem de registros de imunizações. O pedidos, segundo Alessandra, deve ser feito pela empresa.

“Qualquer autorização concedida pela Anvisa, qualquer anuência, só será feita diante de um pleito. A vacina só terá autorização de uso emergencial e experimental se houver o pleito realizado por alguma empresa”, explicou a diretora.

Na avaliação de Alessandra Bastos, relatora do pedido, há riscos, mas os benefícios são maiores e mais importantes. A proposta foi aprovada por unanimidade pela diretoria colegiada da Anvisa.

Na última segunda-feira, 7, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) anunciou que a vacinação no estado começará no dia 25 de janeiro. A CoronaVac, produzida pelo laboratório SinoVac em parceria com o Instituto Butantan, ainda não pediu a autorização da Anvisa para uso emergencial da vacina.

Há negociações entre o ministério da Saúde e a Pfizer para comprar a vacina produzida pela empresa em parceria com a BioNTech. A imunização começou a ser aplicada no Reino Unido e também foi aprovada no Canadá. O Brasil compraria 70 milhões de doses da vacina, mas a empresa tampouco pediu autorização à Anvisa.

Fonte: Yahoo

Você pode Gostar de:

Adolescente de 13 anos é assassinado em Vila Velha

O adolescente de 13 anos, acusado de esfaquear a vizinha em Vila Velha, na madrugada desta quinta-feira (29), foi encontrado morto nesta manhã, na rua César Alcure, em São Torquato. Samuel Gonçalves Dias foi jogado na beira da rua, mas a suspeita inicial é que ele tenha sido morto no alto do morro, a 300 metros do local onde o corpo foi encontrado, já que lá em cima a polícia encontrou vestígios de sangue e marcas de tiro. As polícias Civil e Militar estão na região, aguardando a chegada da perícia. Segundo as primeiras investigações, Samuel teria sido capturado por traficantes de madrugada, logo depois de ter esfaqueado um auxiliar de estoque, de 29 anos. Eles teriam torturado o garoto e, pela manhã, o executaram.