quinta-feira ,21 março 2019
Home / Geral / Reunião pública discute construção de condomínio nas Três Praias

Reunião pública discute construção de condomínio nas Três Praias

A construção de um condomínio nas Três Praias foi discutida na reunião pública, realizada nesta segunda-feira (11), na Câmara Municipal de Guarapari.

A reunião foi proposta pelo vereador Gilmar Pinheiro (PSDB) e contou a presença da presidente da Famonpog, Lúcia Novaes e da diretora da Associação Brasileira dos Amigos dos Passos de Anchieta (Abapa), Juliana Suaid. Representando a Alphaville Urbanismo, empresa que deve realizar a obra, estavam a superintendente de negócios, Patrícia Huller; o coordenador de Sustentabilidade, Ricardo Moreira Benitez; e o consultor Cristian Senn.

Na ocasião, Patrícia fez uma apresentação do projeto e explicou que a empresa construirá as áreas comuns do condomínio e vai vender os terrenos. Já as construções das casas serão realizadas pelos proprietários.

Segundo ela, ao contrário do projeto anterior, o acesso ao público nas praias não será impedido. “Vai ser um condomínio com áreas fechadas para o público, mas também áreas acessíveis ao público como áreas de conveniência e comércio, acesso à praia e, principalmente, preservação ambiental. A gente está falando em um condomínio com 70% de preservação”.

Ainda de acordo com a superintendente de negócios, os participantes dos Passos de Anchieta também vão poder continuar passando pela área. O empreendimento está orçado em R$ 42 milhões e a empresa vai contratar mão de obra local, o que deve gerar 247 empregos durante a construção e mais 2068 empregados devem ser contratados para atuar em áreas como segurança, jardinagem, etc.

O vereador Gilmar Pinheiro ressaltou que a construção do condomínio no local vai contribuir para preservação do meio ambiente e para economia da cidade. “O condomínio vai preservar a praia e vai gerar empregos, isso é muito importante. Trata-se de sustentabilidade para Guarapari e nós precisamos porque vivemos de turismo e obra”, disse o parlamentar.

 O projeto ainda aguarda as licenças definitivas da prefeitura e do IEMA e outras reuniões e audiências públicas devem ser realizadas.   

Fotos e informações: Assessoria da Câmara de Guarapari.

Você pode Gostar de:

‘Bettina Milionária’ vira meme: ‘Barbie privilegiada’

‘Oi, meu nome é Bettina, tenho 22 anos e já tenho R$ 1 milhão e …