Home / Geral / Prisão para quem pedir voto nas redes sociais

Prisão para quem pedir voto nas redes sociais

O prazo para pedir voto através das redes sociais e compartilhamento de material de campanha, terminou a meia-noite, por isso que não seguir a orientação da Justiça Eleitoral, corre o risco de ser preso e ainda pagar uma multa, que pode variar de R$ 5 mil a R$ 15 mil.

Pedir voto através das redes sociais, como facebook e WhatsApp pode levar a pessoa a prisão. Nenhuma pessoa pode pedir voto neste domingo (7). Quem pedir voto corre o risco de ser preso, pois estaria descumprindo uma determinação da Justiça Eleitoral. A pena é de detenção, mais multa, que pode variar de R$ 5mil a R$ 15 mil.

A medida passou a valer a partir da meia-noite, e por isso está proibido compartilhar material de campanha e pedir voto através das redes sociais.

Denúncia

Os especialistas alertam que tal pratica pode ser configurada boca de urna e para fazer a denúncia, o primeiro caminho é, quando receber um material de campanha do candidato, salvá-lo por meio da captura de tela do celular, como uma forma de documentação. O material pode ser enviado ao Ministério Público Eleitoral (MPE-ES), para a denúncia ser apurada e formalizada. Outro caminho que o eleitor pode utilizar para fazer a denúncia, é o sistema Pardal Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES).

Cargos

Pela ordem os eleitores vão votar primeiro para Deputado Federal, Deputado Estadual, 1º Senador, 2º Senador, Governador e Presidente. O tempo estimado por técnicos do TRE-ES é que o eleitor leve um minuto e 30 segundos para votar. No total vinte e cinco teclas serão acionadas.

No estado, mais de 35 mil mesários vão trabalhar neste domingo. Em relação as eleições de 2014, houve um acréscimo de 3.796 colaboradores. Entre as funções estão coletar assinatura e devolver documentos. O horário da votação vai das 8h até às 17h.

Tell Miranda

Jornalista e radialista

More Posts - Website

Você pode Gostar de:

Suspeito de assalto é detido por populares em Guarapari

Um homem foi detido por populares e depois pela Polícia Militar no Parque Areia Preta …