quinta-feira ,21 março 2019
Home / Geral / Jovem moradora de Guarapari morre aos 21 anos

Jovem moradora de Guarapari morre aos 21 anos

destaque

A jovem Lorena Nunes Loyla de 21 anos, moradora do bairro Jabaraí, em Guarapari, morreu na tarde de ontem (12), em um hospital de Vila Velha, por volta das 17h. 

De acordo com um familiar que preferiu não ser identificado, ela teria procurado atendimento na UPA de Guarapari com sintomas de uma gripe ou bronquite.

O familiar contou que ela esteve uma vez na Unidade de Pronto Atendimento e foi liberada, depois teria retornado mais uma vez, quando teria novamente sido liberada. Ela então retornou para a UPA pela terceira vez. “Ela foi medicada e estava com dificuldade para respirar”, informou.

No domingo, ela foi transferida para um hospital em Vila Velha, onde não resistiu e veio a falecer. Ela deixou um bebê de 10 meses e um de 2 anos. O pai dela estava em Macaé a trabalho, quando recebeu a informação da morte da filha.

Lorena chegou a estudar na escola Leandro Escobar, mas devido a gravidez teria deixado a escola, informou um familiar. Somente a certidão de óbito, vai informar a causa da morte.

A jovem era muito querida, e a notícia causou muita comoção entre os amigos e familiares. “Não consigo acreditar que ela se foi tão cedo, estou tremendo até agora com esta notícia, que ela descanse em paz”, disse uma prima. O corpo dela será velado próximo à casa da avó no bairro Jabaraí na tarde desta terça-feira (13).

Na última sexta-feira (10), ela fez o último registro através da sua conta no facebook, onde informava para os seus seguidores que estava doente e na UPA de Guarapari. A postagem foi feita às 18h46.

facebook

Nota da assessoria da prefeitura de Guarapari:

Em resposta ao atendimento da paciente LORENA NUNES LOIOLA, a Secretaria de Saúde esclarece:

A paciente Lorena Nunes Loiola esteve na UPA no dia 26/08/2016, às 02:01, após passar por consulta médica queixando-se de tosse e dor no peito. Assim, foi solicitado um raio-x de tórax, exame de Urina EAS e Hemograma, além de medicação para solução do quadro clinico descrito acima, vindo ter alta após melhora.

A paciente retornou a UPA em 27/08/2016, às 15:57, com crise asmática, relatando estar em uso de antibiótico terapia. Foi, então, realizado medicação para resolução do quadro pulmonar e troca de antibiótico terapia, devido a paciente estar amamentando. Tendo melhora a paciente obteve alta.

Em 09/09/2016, às 17:03 horas, a paciente retorna a UPA queixando-se de quadro de tosse, emagrecimento a 03 semanas com cansaço aos pequenos esforços e dispneia paroxística noturna. Foi realizado raio-x de tórax, medicação para as queixas citadas acima. Neste mesmo dia foi feito exames laboratoriais e, em seguida, cadastrada na Central de Vagas (Estado). Enquanto aguardava a liberação da vaga via Central a paciente continuou internada na Intermediaria, sendo assistida pelos médicos de plantão medicada e monitorada através de exames laboratoriais, com taxas estabilizadas conforme exames anteriores.

Com a liberação de vaga para o Hospital Vila Velha, pela Central de Vagas, para onde a paciente foi removida no dia 12/09/2016 às 09:23 horas com quadro clinico estabilizado, conforme check-list da enfermeira da remoção.

Obs: Dados obtidos através dos BAUs (Boletins de Atendimento Urgência) da paciente e dos exames de imagem e laboratoriais.

Tell Miranda

Jornalista e radialista

More Posts - Website

Você pode Gostar de:

Nota de repúdio e esclarecimento de Carlos Von após visita ao bairro Perocão em Guarapari

A assessoria do deputado Carlos Von, publicou uma nota de repúdio e esclarecimento, sobre a …