quinta-feira ,15 novembro 2018
Home / Geral / Emoção: Entrevista com a mãe e o pai do adolescente Flávio Walter de Abreu

Emoção: Entrevista com a mãe e o pai do adolescente Flávio Walter de Abreu

 

Familiares e amigos do adolescente Flávio Walter de Abreu, 13 anos, realizaram uma manifestação pacífica na noite de sábado (28), no Centro de Guarapari. O adolescente morreu na última quarta-feira (25).  O laudo da morte do menino, será concluído em 30 dias. Os familiares contam que demorou muito a transferência do  adolescente para Vitória. Ele teve várias paradas cardíacas, não resistiu e morreu. 

Flávio 2
Foto: Tell Miranda

A manifestação contou com a presença da mãe do adolescente, Fabíola Walter Pereira da Silva e do pai, Flávio de Abreu Dias. Eles saíram da Praça Irineu José Vicente, e seguiram pela avenida Joaquim da Silva Lima, durante o último dia da Esquina da Cultura.

Flávio 3
Foto: Tell Miranda

Entrevista: Fabíola Walter Pereira da Silva, mãe do adolescente Flávio Walter de Abreu, relata o que aconteceu. Veja no vídeo.

Entrevista: Flávio de Abreu Dias, pai do adolescente, conta como era a relação com o filho, e relembra  os últimos momentos que passaram juntos. Veja no vídeo.

O Hospital Francisco de Assis (HFA) e a prefeitura de Guarapari enviaram as notas. 

Nota oficial  do Hospital Francisco de Assis 
“O Hospital Francisco de Assis (HFA) vem a público esclarecer que na madrugada desta quarta-feira (25/07) Flavio Valter de Abreu Dias, de 13 anos foi avaliado por uma enfermeira do hospital em uma situação fora dos padrões de emergência. De acordo com o diretor Técnico do HFA, Dr. Álvaro Mendes, o adolescente estava acompanhado da mãe dentro de um veículo e não chegou a dar entrada no hospital.
Por conta disso, a enfermeira foi até o carro para realizar os primeiros atendimentos, verificando inclusive pulsação e respiração e outros sinais vitais que estavam normais. O menino, no momento da avaliação, não estava convulsionando. Por conta disso, ele foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município que é a referência para esse tipo de atendimento dentro da faixa etária do adolescente em questão (acima de 13 anos).
O HFA reforça que nos quatro anos, em Guarapari, nunca negou atendimento em situações de emergência. Inclusive já realizou diversos atendimentos desse tipo a adultos, acidentados e idosos. E se fosse constatado que o adolescente estivesse em uma situação de risco o hospital estaria pronto para atendê-lo.”

Nota de Pesar da prefeitura de Guarapari

“A administração municipal se solidariza com a dor dos familiares e amigos do adolescente Flávio Walter de Abreu Dias, e manifesta seu mais profundo sentimento de pesar pelo falecimento ocorrido na última quarta-feira (25), enquanto era encaminhado a um hospital de referência na Grande Vitória, vindo apresentar esclarecimentos à população sobre o lamentável fato.

O paciente deu entrada na UPA por volta das 3:35 da manhã do último dia 25, após ter comparecido ao Hospital Francisco de Assis com quadro convulsivo.

Desde a chegada na UPA, o paciente recebeu todos os atendimentos e assistências médicas de urgência e emergência, além da realização de exames. Foi solicitado pela médica, avaliação neurológica para o paciente.

Tendo em vista o agravo do quadro, a equipe médica abriu chamado para o SAMU, órgão que dispõe de ambulância de alta complexidade, ou seja, suporte avançado de vida (UTI móvel) para transferência.

Quando solicitada a transferência, é avaliada a condição clínica do paciente. Assim, como o quadro clínico do paciente não era estável, era necessário a estabilização antes da remoção. O paciente deixou a UPA ainda com vida a caminho do Hospital Infantil de Vitória.

Entretanto, o SAMU retornou após cerca de 40 minutos com o paciente em estado de óbito, após ter tido 3 paradas cardíacas na ambulância. O corpo do paciente foi encaminhado ao Serviço de Verificação de Óbitos para verificação da causa da morte.

A Secretaria Municipal de Saúde está abrindo uma sindicância para apurar os fatos de todo o atendimento prestado ao paciente. A Administração Municipal se coloca à disposição para qualquer esclarecimento e destaca que tudo será relatado com o máximo de transparência.”

Tell Miranda

Jornalista e radialista

More Posts - Website

Você pode Gostar de:

Jovem que não sabia nadar, morre afogado em Guarapari

O jovem Wesley Silva,19 anos, morreu afogado, após cair nas pedras da Praia do Ermitão, …