Home / Polícia / Bandido usa a unha para assaltar aposentada na Praia do Morro em Guarapari

Bandido usa a unha para assaltar aposentada na Praia do Morro em Guarapari

foto2-arranhada
A aposentada ficou com o braço arranhado depois do assalto. Foto: Tell Miranda

A técnica de enfermagem foi assaltada no final de semana,  na avenida Praiana, na Praia do Morro em Guarapari.

Gislenia Medeiros Gontijo de 67 anos, estava com uma amiga e seguia para um caixa rápido, onde iria fazer uma retirada de R$ 1000,00, mas antes foi convidada para comer um “empadão” goiano na Praia do Morro, o que fez com que ela mudasse os planos de retirar o dinheiro.

Ela contou que depois de comer o “empadão” e voltar do calçadão da praia, foi abordada por volta das 19h30, pelos bandidos e teve a bolsa levada, com documentos, cartões de crédito,  dois convites para participar de um chá em Guarapari e uma apresentação em um teatro em Vitória e mais R$ 50,00.

Ela contou que dois homens, um deles usava um capuz, chegou por trás dela e anunciou o assalto. “Dois rapazes, aparentemente menores, chegou por trás e disse, “perdeu tia” e puxou a minha bolsa, quando eu segurei a bolsa, ele segurou o meu braço, me machucou e me empurrou”, relatou a aposentada.

Gislenia informou que com medo de cair, ela soltou a bolsa e começou a gritar “pega ladrão, pega ladrão”,mas não apareceu ninguém.

Os dois suspeitos do assalto estavam a pé e segundo a vítima, o bandido que fez a abordagem, era alto, magro, estava vestindo uma blusa de frio cinza-clara e a blusa tinha um capuz na cabeça.

Ela relatou ainda, que o outro ladrão, um pouco mais jovem, chegou por trás da amiga dela e foi no bolso do short dela e pegou o celular. “O celular tinha pouco tempo de uso, uns 3 meses”, contou.

Ela mora em Brasília há 30 anos e passou por esta situação pela primeira vez. “ Eu sempre achei que a cidade era uma tranquilidade”.

foto1-arranhada
Há um mês de férias em Guarapari, foi assaltada pela primeira vez   Foto: Tell Miranda

A aposentada já morou em Guarapari durante 4 anos e mesmo sendo assaltada, não vai deixar de visitar a cidade, mas pediu um maior empenho da polícia para prender os bandidos.”Fica uma sensação de medo, de impunidade, eu não estava de madrugada na rua e nem em um lugar deserto. Esperamos que a polícia possa fazer um monitoramento para evitar novos assaltos”, desabafou.

Os documentos e a bolsa foram recuperados, graças a uma publicação na página do Tempo Real, na tarde de ontem (19). Uma pessoa encontrou e entregou na sede da rádio SIM na Praia do Morro.

Ele esteve na manhã desta terça-feira (20) e pegou a bolsa. “Quero agradecer a pessoa que encontrou a minha bolsa e deixou aqui com vocês e também ao Tempo Real, pela divulgação”.

 

Tell Miranda

Jornalista e radialista

More Posts - Website

Você pode Gostar de:

Primeira Festa das Crianças é realizada na Rua da Marinha

Os moradores se uniram e realizaram a 1ª Festa das Crianças na primeira pracinha da …